Ingerir óleos essenciais é perigoso?

Ingerir óleos essenciais é perigoso?

Ingerir óleos essenciais é perigoso?

Muitas pessoas me perguntam porque até mesmo Aromaterapeutas profissionais contraindicam a ingestão de óleos essenciais. Para você entender, é importante que você saiba que existem dois ramos principais na Aromaterapia. Veja só:

1- O primeiro ramo faz o uso de óleos essenciais em concentrações baixas e para finalidades como massagens e aromatização de ambientes. Esse ramo é conhecido como Soft Aromatherapy e não indica ingerir óleos essenciais. Muitos desses profissionais nem mesmo estudam essa forma de uso por medo ou receio.

2- O segundo ramo surgiu na França com médicos e bioquímicos. O ramo é chamado de Hard Aromatherapy e faz um estudo mais profundo dos óleos essenciais. Assim, é um tipo de Aromaterapia mais científica, mais bioquímica, dessa forma, considera a ingestão do óleo essencial como mais um recurso terapêutico valioso para tratar as enfermidades do corpo e da mente.

Só para você ter uma ideia, o Óleo Essencial de Melaleuca é considerado um dos mais perigosos por ter a toxicidade alta, a qual é 24 vezes menor do que a Aspira, ou seja, se você ingerir aspirina ou Paracetamol, você está correndo muito mais risco.

Então, se você quer aprender Aromaterapia, eu recomendo que você estude também a ingestão de óleos essenciais.

Baixe o e-book gratuito O Guia Completo da Aromaterapia!

Fechar Menu