Óleos Essenciais x Antibióticos: Qual é melhor?

Óleos Essenciais x Antibióticos: Qual é melhor?

Antibiótico

Se você já teve alguma infecção na vida, você sabe o que é tomar antibiótico. Mas você já ouviu falar do poder dos óleos essenciais em infecções?

O primeiro antibiótico, a Penicilina, foi descoberta por Alexander Fleming e ficou disponível em 1941. Salvou muitas vidas e abriu um vasto campo de pesquisa.  

Apesar disso, há algumas décadas os antibióticos estão em declínio, pois as bactérias estão ficando super resistentes.

Nós não somos contrários ao uso dos antibióticos, inclusive, algumas situações emergenciais não nos dão outras opções.

Óleos Essenciais

Agora, você sabia que as bactérias não conseguem adquirir resistência contra os óleos essenciais? Isso é incrível!

Você pode estar se perguntando como isso é possível e a resposta se baseia no fato de que os óleos essenciais possuem dezenas ou até centenas de substâncias químicas que não apenas matam as bactérias, mas também as inibem de adquirir resistência.

Exemplos de óleos essenciais poderosos em infecções bacterianas, fúngicas e virais:

  • OE Tomilho QT Timol (Thymus vulgaris)
  • OE Orégano QT Carvacrol (Origanum vulgare)
  • OE Tea Tree QT Terpinen-4-ol (Melaleuca alternifolia)
  • OE Cravo QT Eugenol (Syzygium aromaticum)
  • OE Canela QT Cinamaldeído (Cinnamomum zeylanicum)

Estes óleos essenciais são poderosos e devem ser usados diluídos a no máximo 5%, porque alguns deles podem irritar a pele se forem usados puros.

Outros OE's menos potentes mas que também podem ser usados incluem OE Lavanda francesa, OE Palmarosa, OE Gerânio, OE Alecrim, OE Copaíba e outros.

Os óleos essenciais se aplicam, principalmente, para adolescentes e adultos, em caso dos sintomas persistirem procure um médico e um aromaterapeuta experiente.

Quer aprender mais? Então assista o vídeo abaixo! 

E para saber como tratar mais de 30 doenças com apenas 4 óleos essenciais, clique aqui!

Referências:

www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/?term=essential+oil+bacteria+resistant

www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25757433

www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23445470

www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25381741

www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22103288

 

 

 

Fechar Menu